As provas estão chegando? Sim! Mas tá tudo bem! Acredite (:

on

Chegamos em um período do ano em que as emoções ficam a flor da pele para os alunos em fase pré-universitária. É importante reconhecer que essa é uma condição natural do processo e que você não está sozinho  nessas “angústias de vestibulando”. É natural que, agora, a ansiedade aumente, que os pensamentos sabotem seus estudos e que a insegurança e a incerteza sejam os pilares da sua vida.

Eu sei que é difícil olhar para tudo isso e dizer “tá tudo bem!”, não tenho dúvida disso. No entanto, vamos dar alguns motivos (ou sugestões) para mostrar que está (ou, para que fique) tudo bem. Pode parecer papo de gente “nova era” (hehehehehe) ou coisas afins, mas garanto que pode te ajudar. Acompanhe ai (:

deboismo4

Aceite sua condição

Antes de qualquer sugestão ou comentário prático é necessário entender que o maior desafio dos alunos em cursinhos pré-vestibular é compreender o processo de ensino e aprendizagem que estão inseridos como um processo de desenvolvimento humano e, a partir disso, desenvolver um olhar de lucidez e respeito ao processo e às suas condições como educando.

O que isso significa a menos de 3 meses para o ENEM? Significa que agora não é hora de olhar para trás e se cobrar por tudo o que “não foi feito” ou que não saiu como esperado. Agora é o momento de aceitar sua condição atual e compreender que você está onde e como deveria estar. Ou seja, se os estudos não rolaram da maneira como você esperava, ou se você se sente atrasado com a sua programação de estudos: ok, tudo bem!

“Nossa que fácil hein! Fala isso porque não é com você.” Certo. Vamos olhar para essa situação (muito comum, por sinal) com um pouco mais de lucidez.

Sabemos que a quantidade de conteúdos cobrados nos vestibulares é imensa e que desenvolver todo esse repertório em um único ano letivo é absurdamente complicado e difícil. Desenvolva esse olhar. Aproveite e observe a quantidade de outras “coisas postas” que te rodeiam durante esse processo e se coloque diante deles. Observe o quanto isso modula suas emoções e te impede de olhar essa etapa da sua vida como um  processo de formação pessoal e desenvolvimento humano.

Respeite-se. Entenda sua condição, repense e ressignifique suas expectativas. Tenho certeza que isso ajudará a lidar com as emoções do momento.

Planeje os próximo meses

Agora que você aceita, entende e valoriza sua atual condição, faltando alguns meses para as provas, que tal fazer um planejamento de estudos para os próximos meses?

Nesse momento, é importante que você elabore um roteiro de estudos condizente com as suas possibilidades, sem se sobrecarregar ou gerar desconfortos para sua rotina. Além disso, essa prática torna possível a reflexão sobre as suas expectativas, permitindo refazê-las de uma maneira mais significativa e alinhada ao seu momento.

Uma dica prática para os estudos: resolva exercícios das matérias que você domina e, para os conteúdos que você tem mais dificuldade, utilize livros didáticos (livro mesmo, aqueles grandões de uma única matéria) para fazer uma leitura mais atenta sobre o assunto e depois resolva alguns exercícios. Os livros didáticos possuem um material mais extenso na tentativa de, em seu texto, dar mais possibilidades para o aluno se relacionar com aquele conteúdo. Vale muito a pena 🙂

Fique atento as emoções

Por fim, atente-se a sua vida como um todo. Você tem feito atividades físicas? Tem saído com os amigos e com a família? Tem ido ao cinema ou feito as coisas que gosta? Se você respondeu “não” para qualquer uma dessas questões, ainda há tempo de fazer algo diferente.

O ano de cursinho, por vezes, acaba consumindo nosso tempo e energia, fazendo-nos esquecer da importância e do prazer de sentir uma “endorfinazinha” (hormônio liberado após atividade física e que dá a sensação de bem-estar) em nosso organismo. Portanto, corra! – literalmente – Pois te fará muito bem 🙂

Além disso, é muito importante que você durma bem. O sono é responsável pela consolidação de memória, transformando memórias recentes em memórias de longo prazo. Assim, dormir pouco e se manter acordado por horas para estudar é uma prática muito prejudicial para o seu desenvolvimento.

Para finalizar, deixo meus votos de felicidade e crescimento constantes. Independentemente de uma prova (vocês terão várias na vida, acredite), é necessário entender que tudo faz parte de um grande processo de transformação pessoal e que você é o agente dessa transformação.

Um abraço apertado em todas e todos ;*

assinatura renan blog

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *