Estudar para o vestibular em tempos de pandemia, por onde começo?

Parece até um sonho (ou pesadelo?) pensar que essa época tão esperada por nós seria realizada em meio a um cenário completamente atípico de tudo o que já vivemos. E, acreditem, nós sabemos como vocês estão se sentindo nesse momento. Afinal, estamos juntos nessa!

Manual de SobrevivênciaPreparamos esse checklist para te ajudar na organização dos estudos e da cabecinha, respeitando o tempo e os limites de cada um.

A situação em si pede calma, então para começar qualquer coisa, respire!

É difícil manter a rotina normal, a gente sabe, mas se esforçar para cumprir os horários e tentar manter o cronograma é fundamental para que tenhamos uma breve sensação de “normalidade” (pelo menos durante nossos estudos).

Acorde, tome o seu café, se alongue, respire mais um pouco, vá até um local mais arejado da casa e sinta a energia do Sol. Vitamina D é essencial para manter a saúde física e mental em dia.

Organize os seus horários de acordo com o cronograma das aulas para não se perder e depois se cobrar demais por ter procrastinado.

Se ainda não deixou o seu cantinho arrumado para todos os dias, faça isso com um pouco de antecedência ao iniciar os estudos (não deixe para última hora, a sensação de cobrança excessiva pode atrapalhar o seu desempenho e potencializar sentimentos de ansiedade).

Deixe tudo separado para que não precise se levantar a todo momento, afinal, isso distraí qualquer ser humano.

Nem só de aulas vive o vestibulando, portanto, aproveite a internet e use-a a seu favor! Materiais complementares, como filmes temáticos, documentários, blogs e entrevistas, são excelentes para aprofundar e ampliar os seus conhecimentos, além de ser um excelente apoio para formação de opinião e desenvolvimento crítico. Não economize nas anotações e resumos e lembre-se: a redação conta muito em um processo seletivo! Então, é essencial que você desenvolva bons argumentos na hora de montar o seu texto.

Cada um tem o seu ritmo e está tudo bem! Você pode assistir às aulas no mesmo horário que seria presencialmente, porém, se você já notou que a sua produtividade é maior em outro período, aproveite esse momento para organizar os seus estudos complementares e a resolução das suas atividades. Até porque, como diria nossa mãe: “Você não é todo mundo”.

Não se cobre o tempo todo. Tenha momentos leves, de distração, dê atenção à quem está com você em casa. Se exercite, se possível, porque isso também ajuda a manter a mente saudável. Mantenha uma alimentação equilibrada, mas não se cobre pelo brigadeiro na madrugada. Beba bastante água e tente ao máximo manter as horas necessárias de sono em dia.

Dê o seu melhor, um dia de cada vez!

Que a força esteja com você. O PEdu está <3

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *